Trajetória acadêmica e intervenções públicas

Depois de concluir o ensino médio na Escola Estadual Nossa Senhora da Penha, em São Paulo, e passar no vestibular, ingressei no curso de História da FFLCH da USP, em 1975. Conclui os estudos de graduação para formação específica e pedagógica em 1982. Depois, na mesma instituição, segui meus estudos de Pós-Graduação na área de História Social, primeiro no Mestrado, concluído em 1990, e depois no Doutorado, finalizado em 1996, ambos sob a orientação da Profa. Dra. Maria Ligia Coelho Prado.

Exerci atividade de professor no ensino médio (supletivo e regular) por alguns anos, mesmo estando ainda na graduação. Em seguida, passei a lecionar em cursos de Humanidades, preferencialmente de História, em faculdades particulares, sendo a última delas a PUC-SP. Antes de concluir o Mestrado, prestei concurso e me tornei professor-auxiliar na UNESP, campus de Franca, em 1987, onde ministrei cursos de História Contemporânea e História da América, além de ter sido membro de vários Conselhos da instituição, coordenador do Curso de História e Chefe do Departamento.

Na UNESP segui a carreira acadêmica e realizei os concursos de Livre-Docente (1999) e Titular (2008) em História da América Latina Contemporânea. Nesse período, fui professor visitante na Universidade de Santiago de Chile (USACH) e na Universidade de Santiago de Compostela (Espanha), além de realizar estudos de pós-doutoramento na Universidade de Valencia (Espanha), entre 1997 e 1998, e na Universidade Roma3 (Itália), em 2010, onde também atuei como professor visitante.

Vinculado à experiência acadêmica desses anos, publiquei artigos em revistas especializadas no Brasil e no exterior, além dos livros Democracia e socialismo: a experiência chilena (Editora Unesp, 1993; Annablume, 2a. ed., 2002; Appris, 3a. ed., 2021 – no prelo) e Frente Popular, radicalismo e revolução passiva no Chile (Annablume, 1999), correspondentes ao Mestrado e Doutorado, respectivamente.

Fazem parte do rol das minhas publicações algumas coletâneas, individuais e coletivas, tais como Uma nova cultura política (Fundação Astrojildo Pereira, FAP, 2008); a organização do volume Gramsci: a vitalidade de um pensamento (UNESP, 1998), a coautoria de Política e sociedade no Brasil, 1930-1964 (Annablume, 2002), e a co-organização de Pensar o Século XX (UNESP, 2003), além de Gramsci no seu tempo (FAP/Contraponto, 2010; 2a. edição 2019), coletânea que é parte da Série Brasil & Itália, uma iniciativa de Luiz Sérgio Henriques que passei a co-dirigir a partir de 2014.

Mais recentemente publiquei Um lugar no mundo – ensaios de história política latino-americana (FAP/Contraponto, 2015; 2a. edição 2019) e Itinerários para uma esquerda democrática (FAP/Verbena, 2018), ambos livros de ensaios e artigos escritos para revistas e jornais de circulação nacional, além de alguns textos inéditos.

Tenho colaborado com algumas Fundações, dentre elas a Fundação Memorial da América Latina, onde coordenei a Cátedra do Ano de 2011 e a Fundação Astrojildo Pereira (FAP), ora como membro do Conselho Curador ora como parte da Diretoria Executiva. Atualmente, faço parte do Conselho editorial da revista Política Democrática On-line. Desde agosto de 2014 colaboro ocasionalmente com O Estado de São Paulo.

Compartilhe O Post
Escrito por
Sem comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO